Acupuntura para o alívio da dor crônica

Muitas pessoas aprendem a viver com dores crônicas e não consultam um especialista para ajudar a aliviar as doenças diárias. Em alguns casos, por desconhecimento da patologia ou pela crença generalizada de que envelhecer é conviver com a dor, muitos não recebem o tratamento adequado capaz de diminuir a dor, retardar a evolução da patologia e, com isso, melhorar sua qualidade de vida.

Atualmente, vivemos uma nova era na medicina, já que a medicina alternativa se soma à medicina tradicional, que se combinou para alcançar melhores resultados na inibição da dor crônica. Uma dessas técnicas, que vem ganhando adeptos a cada dia, é a acupuntura.

A acupuntura é eficaz em 49 doenças e distúrbios

Essa técnica tradicional chinesa surge da concepção do corpo como uma rede de pontos interconectados pelos quais flui a energia. Quando há um bloqueio ou estagnação dessa energia no canal, é quando ocorre a dor.

A acupuntura visa estimular localizações anatômicas na pele por meio da inserção de finas agulhas de metal. Sua colocação em áreas específicas do corpo chamadas de pontos de acupuntura, permitem uma melhor condução elétrica capaz de provocar respostas biológicas no paciente. Desta forma, eles (acupunturistas) provocam estímulos no sistema nervoso, hormonal e imunológico que conseguem devolver o equilíbrio ao organismo.

Tamanha é a sua eficácia, que a Organização Mundial da Saúde descreveu esta técnica como uma opção eficaz contra a dor. Além disso, é eficaz em pelo menos 49 doenças e distúrbios. Em especial, tem demonstrado grandes benefícios no tratamento da dor lombar, dor pós-operatória e fibromialgia, dor neuropática, articular e musculoesquelética. Também atua nos níveis hormonais e no sistema nervoso.

Embora seja uma técnica simples e indolor, não é totalmente inócua, deve-se ter um cuidado especial com pacientes grávidas, em áreas infectadas, pacientes com problemas de coagulação do sangue ou graves distúrbios neurológicos ou psiquiátricos. Mesmo assim, é necessário ir previamente ao analgésico, que vai determinar a adequação da medicina alternativa no caso de cada paciente.

Benefícios da acupuntura

A acupuntura tem demonstrado benefícios no tratamento da dor crônica, mas também em muitos outros aspectos, como melhora na recuperação física, digestão ou redução do estresse, ansiedade e depressão. Também tem sido visto como melhorando a circulação do sangue, pois regula o fluxo sanguíneo favorecendo a contribuição de nutrientes e oxigênio no corpo.

Este método da medicina tradicional chinesa é utilizado há vários anos em diferentes hospitais da Europa e dos Estados Unidos e já começou a ser implantado em alguns centros do Oriente Médio para o tratamento de dores crônicas e melhoria da qualidade de vida dos pacientes.

Frequentemente, os medicamentos não são suficientes para tratar a dor crônica, mas existem terapias alternativas que estão mostrando sucesso no tratamento dessa condição. Embora a dor deva ser boa porque nos avisa sobre ferimentos, infecções ou doenças, ela não é tão útil quando nunca vai embora.

A melhor maneira de aliviar a dor

A dor crônica pode ter várias causas, desde enxaquecas até câncer, e persistir por alguns meses após uma lesão ou doença. Pode perturbar o sono, devido à depressão e ansiedade, diminuir a libido, afetar as relações sociais e afetar a memória e o funcionamento cognitivo.

Normalmente, a primeira defesa contra essa ameaça é a medicação, mas não o suficiente e acarreta riscos como dores de estômago ou vício. É por isso que mais e mais pessoas estão recorrendo à acupuntura para aliviar a dor crônica.

A ciência está incorporando lentamente essa prática antiga da medicina chinesa, embora os especialistas ainda não tenham descoberto por que a inserção de agulhas na pele ajuda a aliviar dores nas costas, lesões e doenças como a fibromialgia. De acordo com alguns especialistas, a acupuntura bloqueia os sinais de dor ou estimula o corpo a liberar analgésicos.

Vários estudos mostraram que os pacientes que receberam acupuntura tiveram menos enxaqueca ou dor de lesão do que aqueles que receberam tratamentos medicamentosos padrão. Mesmo quando o progresso era modesto, a grande vantagem dessa prática era a ausência de efeitos colaterais. Além disso, mesmo que as agulhas não sejam colocadas exatamente ao longo dos meridianos (canais de energia, segundo a tradição chinesa), os pacientes recebem benefícios iguais e, se feito corretamente, esse procedimento causa pouco ou nenhum desconforto.

Entre seus muitos benefícios, a acupuntura ajuda a melhorar a circulação sanguínea e a reduzir a pressão arterial, estimula a eliminação de produtos tóxicos pelo sistema linfático, melhora o tônus ​​muscular, previne a atrofia muscular e reduz o estresse emocional.

Os cientistas sabem que o contato físico ajuda a reduzir a dor, embora não saibam como esse mecanismo funciona. Além disso, os especialistas argumentam que o toque suave e a terapia de acupuntura diminuem a produção de cortisol, um hormônio liberador de estresse (por sua vez, associado ao aumento da dor). No entanto, apesar de todos os estudos positivos, os especialistas ainda não têm certeza de quantas mensagens precisam ser aplicadas ou de que tipo devem ser antes de uma determinada patologia.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts
Total
0
Share